Notícias


Bell leva helicóptero quase até o topo do Monte Everest

Aviões a jato podem voar alto. Já o helicópteros, nem tanto. Porém,...


Cemitério de metal: o que acontece quando um avião é aposentado?

Centenas de milhares de voos ocorrem todos os anos no mundo inteiro,...


Crise no Brasil faz companhias aéreas do Pacífico deixarem o país

Uma sequência de fatores tem feito com que as companhias aéreas de países banhados pelo Oceano...



WebMail

webmail
Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia PDF Imprimir E-mail
  •  

Folha de São Paulo

31/12/2014 08h30

 DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

 

Soldados indonésios levam corpos de dois passageiros do Airbus A320 da AirAsia que caiu no domingo - Firdia Lisnawati/Associated Press

 

As autoridades da Indonésia não encontraram nesta quarta-feira (31) a fuselagem do Airbus A320 da AirAsia que caiu no domingo (28) no mar de Java, com 162 pessoas a bordo. Mais cedo, foram achados os corpos de sete passageiros.

Por volta das 16h locais (7h em Brasília), as buscas foram suspensas devido aos fortes ventos e chuvas que atingem a região. Dos sete restos mortais, dois já foram levados para Surubaia, de onde o avião saiu, para que sejam identificados.

 

As informações sobre o paradeiro dos destroços, no entanto, ainda são desencontradas. Inicialmente, o chefe do resgate, Muhammad Hernanto, disse que um sonar havia detectado o avião no fundo do mar, a profundidade entre 30 e 50 metros.

 

Horas depois, a informação foi desmentida pelo diretor da Agência Nacional de Busca e Resgate da Indonésia, Bambang Soelistyo. "Até agora não encontramos o avião. Nós só achamos sete corpos neste dia".

Os primeiros destroços do Airbus A320 foram encontrados na superfície da água entre 100 e 200 quilômetros do ponto onde a aeronave fez o último contato com o controle de tráfego aéreo indonésio.

Além de encontrar corpos, as autoridades esperam encontrar as caixas-pretas da aeronave para descobrir o que provocou a queda. Diversos países colaboram nas buscas e a França, que abriga a sede da Airbus, participa das investigações.

 

Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia
Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia
Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia
Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia
Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia
Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia
Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia
Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia Após encontrar corpos, Indonésia suspende buscas por avião da AirAsia

 

COLETE
Segundo as equipes de resgate, um dos corpos era de uma comissária de bordo e outro deles estava com colete salva-vidas. O fato de que uma pessoa tenha usado o equipamento pode indicar que os passageiros tenham sido avisados da queda.

Com base nesta informação, analistas afirmam que o avião pode ter se partido na água e não no ar. A principal hipótese é que o acidente teria ocorrido quando os pilotos faziam uma manobra para desviar de uma tempestade.

O piloto solicitou à torre de controle para fazer um desvio à esquerda na rota e subir de 32 mil para 38 mil pés com o objetivo de evitar uma tempestade. A alteração de curso foi aprovada, mas a elevação negada porque outra aeronave já trafegava na mesma altitude.

Minutos depois, quando os controladores de voo tentaram entrar em contato para informar que o avião da AirAsia estava autorizado a subir até 34 mil pés, não houve resposta. A aeronave já havia sumido dos radares.

Estavam a bordo 155 passageiros e outros sete integrantes da tripulação. Entre eles há 155 indonésios, três sul-coreanos, um britânico, um francês (copiloto), um malaio e um cingapuriano.

Acidente com o voo 8501 - Destroços foram localizados no sentido contrário da última posição da aeronave (Editoria de arte/Folhapress)

 

Experiência

10anos

Sitemap

mapa-site

Produtos em Destaque



Rua Bulhões Marcial, Nº 879 - Vigário Geral - Rio de Janeiro - RJ
contato@equimec-rgse.com.br
Telefone: +55 21 3681-2904 /3448-5023 Fax: +55 21 3352-7240

Desenvolvido por abc design ltda.. XHTML CSS.