Notícias


Bell leva helicóptero quase até o topo do Monte Everest

Aviões a jato podem voar alto. Já o helicópteros, nem tanto. Porém,...


Cemitério de metal: o que acontece quando um avião é aposentado?

Centenas de milhares de voos ocorrem todos os anos no mundo inteiro,...


Crise no Brasil faz companhias aéreas do Pacífico deixarem o país

Uma sequência de fatores tem feito com que as companhias aéreas de países banhados pelo Oceano...



WebMail

webmail
Companhia aérea veta aeromoças casadas ou grávidas PDF Imprimir E-mail
  • Companhia aérea veta aeromoças casadas ou grávidas

O Estado de S.Paulo
18 Fevereiro 2015 | 11:06
 ECONOMIA & NEGÓCIOS

Qatar Airways, patrocinadora do Barcelona que foi eleita a segunda melhor companhia aérea do mundo no ano passado, foi denunciada pela federação internacional dos aeroviários

Companhia aérea veta aeromoças casadas ou grávidas

A Qatar Airways, considerada a segunda melhor empresa aérea do mundo, acaba de comprar uma séria briga com os aeroviários. Ao assinar contrato de trabalho, as aeromoças são informadas de que não podem se casar pelo menos nos próximos cinco anos, sob pena de demissão. Engravidar também é proibido, segundo denúncia da ITF, a poderosa federação internacional dos aeroviários.

 

“Em 2014 a empresa foi nomeada a segunda melhor companhia aérea do mundo, mas em se tratando de direitos dos trabalhadores a Qatar Airways realmente deixa a desejar”, afirma a entidade que representa os trabalhadores do setor aéreo.

 

A entidade sindical entrou em contato com o Barcelona, pedindo que o clube espanhol reveja sua lucrativa parceria com a Qatar Airways, tendo em vista o desrespeito com os trabalhadores.

A companhia aérea, em comunicado enviado para o “Washington Post”, tentou neutralizar as críticas e alegando que existem muitas aeromoças casadas trabalhando na companhia.

Mas, para piorar a controvérsia, Akbar Al-Baker, CEO da empresa, comentou: “Quem deseja trabalhar na Qatar Airways deve obedecer os nossos princípios, e se você é um adulto e aceitar essas condições, então você não deveria reclamar”.

Gabriel Mocho, secretário de aviação civil na federação internacional dos trabalhadores de transportes aéreos, responde: “O tratamento dispensado aos empregados da Qatar Airways vai muito além da questão da diferença cultural. Quando se trata de direitos das mulheres, esta é a pior de todas as companhias aéreas do mundo”.

 

Experiência

10anos

Sitemap

mapa-site

Produtos em Destaque



Rua Bulhões Marcial, Nº 879 - Vigário Geral - Rio de Janeiro - RJ
contato@equimec-rgse.com.br
Telefone: +55 21 3681-2904 /3448-5023 Fax: +55 21 3352-7240

Desenvolvido por abc design ltda.. XHTML CSS.